Transtorno da Personalidade

Descrição

Os Transtornos da Personalidade (TP) correspondem a um padrão persistente e inflexível de experiências internas, padrões cognitivos disfuncionais e comportamentos que se desviam da média geral da cultura do indivíduo. A maneira de lidar com as situações são referenciadas através de comportamentos claramente disfuncionais porque levam a resultados negativos para o indivíduo. Mesmo assim, os indivíduos com Transtorno da Personalidade as utilizam porque se tornam incapazes de utilizar outras alternativas mais funcionais diante da situação gerando um ciclo que se retroalimenta para todas as áreas da vida dele. Os Transtornos da Personalidade desenvolvem-se no início da adolescência e/ou da vida adulta e é estável ao longo do tempo, provocando alto grau de estresse e dificuldades sociais para o indivíduo acometido por esse transtorno.

Para ser caracterizado como TP, há um padrão de inflexibilidade e comprometimento no funcionamento do indivíduo na sociedade provocando sofrimento clínico subjetivo. A gravidade do transtorno está mais voltada à aspectos quantitativos do que qualitativos e a longevidade do transtorno.

No DSM-5, os transtornos de personalidade estão caracterizados em três agrupamentos (clusters). São eles: a) Agrupamento (cluster) A- transtornos da personalidade paranoide, esquizoide e esquizotípica. Parecem esquisitos e excêntricos; Agrupamento (cluster) B- transtorno da personalidade antissocial, borderline histriônica e narcisista. Costumam parecer dramáticos, sedutores, emotivos ou erráticos. Agrupamento (cluster) C- transtornos da personalidade evitativa, dependente e obsessivo-compulsiva. Parecem ansiosos ou medrosos

 

Depoimentos

Certifique-se! Busque um psicólogo credenciado pelo Conselho Regional de Psicologia (CRP/SP) e pela Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC)