Livros

O Estresse da Escolha Profissional em Estudantes

Este livro intitulado: O Estresse da Escolha Profissional em Estudantes, tendo como autoria o Dr. Luiz Ricardo Vieira Gonzaga e coautoria a Dra Marilda E. Novaes Lipp, em 2015, aborda um dos principais fatores desencadeantes da escolha profissional: o stress. Esta obra é composta por uma extensa revisão de literatura acerca da escolha profissional, das Teorias Psicológicas da escolha e do stress mediado neste processo abarcado por 3 primeiros capítulos e o quarto, e último, acerca dos resultados mediados pela pesquisa do autor através dos testes aplicados e da análise categorial levantada através das respostas subjetivas dos sujeitos de pesquisa. Na Apresentação, o autor expõe ao leitor as variáveis estudadas neste livro de uma maneira contextualizada com pertinência singular. Já no Prefácio do livro, a Drª Marilda E. Novaes Lipp expõe o cenário atual dos jovens mediante a escolha profissional e da importância em se analisar este processo como único, através das outras variáveis influenciadoras, como pais, maturação física e psíquica, entre outros. O Capítulo I, intitulado “A Escolha Profissional”, o autor descreve o processo de escolha profissional e as variáveis influenciadoras neste processo (família, grupo de pares, escola e sociedade). No Capítulo II, intitulado “Teorias Psicológicas da Escolha Profissional”, o autor aborda as teorias que remontam e descreve a perspectiva teórica em campos diferentes de atuação, como a Teoria Psicodinâmica, a Decisional, a Corrente Desenvolvimental, a Comportamental e, por fim, uma reeleitura da vocação em uma perspectiva Comportamental. No Capítulo III, intitulado “Stress”, o autor caracteriza e define o stress, segundo estudiosos desta área, a relação entre escolha profissional, stress e o processo do vestibular. Ainda neste capítulo, aborda a pesquisa delimitando seus objetivos e método. No último capítulo, intitulado “Resultados”, o mesmo apresenta os resultados do estudo mediante a apuração e análise dos testes aplicados (ISSL e SDS) e da entrevista semi-estruturada para avaliar a escolha profissional deste estudante. Resultou-se também em 14 análises categoriais das respostas subjetivas dadas, fundamentada na perspectiva de Bardin (2004). Por fim, na Discussão do estudo aponta a incidência de stress nos jovens (72,97%), sendo a mulher com índice maior (70,37%). A prevalência dada também aos sintomas psicológicos (42,24%) e a prevalência de congruência entre o perfil profissional e a escolha do candidato (56,76%). Assim, aponta-se que os interesses profissionais são importantes no sucesso acadêmico. É um livro de leitura clara e agradável, que apresenta uma perspectiva geral da escolha profissional e das suas variáveis que influenciam neste processo, como o stress. Fruto de sua pesquisa de mestrado o autor se debruça na relação da vocação (perfil de interesses), da escolha profissional e do stress neste processo no qual fundamenta a sua pesquisa em uma amostra de adolescentes estudantes do Ensino Médio de uma escola privada do interior de São Paulo. Enfim, apresenta uma extensa e variada bibliografia nacional e internacional para quem tem interesse em aprofundar-se nesta temática. Certamente, é um livro importante para quem pesquisa nesta área e para o leitor que busca informações sobre este assunto.

Gonzaga, L.R.V. & Lipp, M.E.N. (2015). O Estresse da Escolha Profissional em Estudantes. Paco Editorial: Jundiaí.

Compre agora

Certifique-se! Busque um psicólogo credenciado pelo Conselho Regional de Psicologia (CRP/SP) e pela Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC)